meu pote de gratidão
Coaching, Mudança Comportamental

Meu pote de gratidão

Hoje eu abri meu pote de gratidão.
Sim, eu tenho um pote de gratidão! 🙂
Cheio de papeizinhos coloridos em que eu escrevo as coisas pelas quais sou grata!!
E com alguns Tsurus também, que simbolizam o desejo de saúde, felicidade e boa sorte.
Hoje abri, li papelzinho por papelzinho, escrevi mais uns que estavam no coração também… Eis que… Quanta gratidão coube neste ano de 2015!!! Aliás, nem coube, transbordou!
Gratidão é assim mesmo, quanto mais a gente sente lá dentro, mais a gente vai produzindo, é uma retroalimentação… E aí, começa a transbordar pra fora da gente e lambuzar todo mundo que está em volta, é uma coisa engraçada…
Este foi um ano de grandes transformações pra mim… Saí de um emprego fixo após trabalhar 9 anos para a mesma marca para empreender. Foi muito tempo para tomar essa decisão e precisei de bastante coragem para encarar o desafio.
E olha só: Nunca me senti tão realizada como agora! Tão alinhada com minha essência, fazendo o que realmente vim ao mundo para fazer, explorando meu potencial, fazendo a diferença na vida das pessoas, mudando o mundo à minha volta! Não teria como não ter muita gratidão por isso.
Significa que as coisas acontecem da noite para o dia, como num passe de mágica, apenas porque estou cumprindo minha missão? Claro que não… E aí, vem a gratidão pelos desafios, que me tornam a cada dia mais forte e madura; pelos feedbacks que recebo, que me ajudam a perceber onde posso melhorar; por todas as pessoas especiais com quem posso contar a cada momento…
E a cada dia, o sentimento de gratidão me preenche mais e mais… Nos dias tempestuosos, me ajuda a enxergar o que não está legal com outros olhos, ver o lado positivo das coisas, perceber que nem tudo está ruim e que eu posso estar superdimensionando as coisas, ajuda a acalentar o coração. Nos dias ensolarados, me ajuda a reafirmar tudo o que está dando certo, ter mais brilho nos olhos e deixar o calor aquecer quem está em volta.

Você sabia que, se a gente tiver o hábito de exercitar a gratidão, a gente se contamina com este sentimento – e consequentemente contagia os outros à nossa volta – e pode simplesmente transformar a nossa realidade? Sim, exercitar, pois é algo que com a prática fica cada vez mais fácil e natural, e vai fazendo parte do dia a dia. É hábito mesmo.

Então eu gostaria de te sugerir um exercício muito simples aqui: que você começasse, a partir de hoje, a exercitar a gratidão todos os dias. Com as coisas mais simples… Você pode fazer um pote de gratidão também, que tal? Se você fizer, tira uma foto e compartilha aqui nos comentários, vou adorar ver como ficou! 😀

E queria também te perguntar: o que te traz gratidão neste ano de 2015?

Quer receber este e outros conteúdos do OQ+ no seu e-mail? É só se cadastrar aqui: http://bit.ly/1HLQ5HB.

Posts relacionados